Presidente da Pfizer na América Latina afirma que governo ignorou oferta de 70 milhões de doses

Em depoimento à CPI da covid-19 nesta quinta-feira (13), o presidente da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo, confirmou que a farmacêutica enviou uma carta sobre acordo para vacina contra a covid-19 para o presidente Jair Bolsonaro em 12 de setembro de 2020. O presidente disse que as primeiras reuniões da farmacêutica com os brasileiros começaram em maio de 2020. Em julho, manifestou interesse de entregar vacinas ao país, com a primeira oferta em 14 de agosto – inicialmente, foram oferecidas 30 milhões de doses e posteriormente 70 milhões.

Inscreva-se no nosso canal:
http://www.youtube.com/c/recordnews

You May Also Like