Carta da Pfizer com oferta de vacina ficou sem resposta durante dois meses

O ex-secretária de Comunicação Fabio Wajngarten disse que teve acesso à carta da Pfizer com oferta de vacinas contra o coronavírus ao Brasil em setembro de 2020 e que, até o dia 9 de novembro ode 2020, a farmacêutica ainda não havia recebido uma resposta do governo.

Inscreva-se no nosso canal:
http://www.youtube.com/c/recordnews

You May Also Like