Cármen Lúcia permite a suposto sócio do FIB Bank não responder CPI da COVID

A CPI da COVID recebe logo mais o advogado Marcos Tolentino, suspeito de ser sócio oculto do FIB Bank, empresa que teria avalizado o contrato já cancelado para compra da vacina indiana Covaxin entre a Precisa Medicamentos e o Ministério da Saúde. A ministra do STF, Cármen Lúcia, permitiu o silêncio de Tolentino em perguntas que possam incriminá-lo durante o depoimento.

Baixe o app Panflix: https://www.panflix.com.br/

Baixe o AppNews Jovem Pan na Google Play store
https://bit.ly/2KRm8OJ

Baixe o AppNews Jovem Pan na App Store
https://apple.co/3rSwBdh

Inscreva-se no nosso canal:
https://www.youtube.com/c/jovempannews

Entre no nosso site:
http://jovempan.com.br/

Facebook:
https://www.facebook.com/jovempannews

Siga no Twitter:
https://twitter.com/JovemPanNews

Instagram:
https://www.instagram.com/jovempannews/

#JovemPan
#JornalDaManhã

You May Also Like